Deputado vai tentar recuperar Código Florestal que foi aprovado pela Câmara

Correio do Brasil
Por Redação, com Agência Câmara de Notícias – de Brasília

O deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse que, na votação em Plenário da Medida Provisória (MP) 571, que altera o novo Código Florestal, vai tentar recuperar o texto do Código Florestal aprovado pelo Congresso. “Criamos um texto possível de ser aplicado, no qual cabia aos estados analisar onde tem assoreamento e onde áreas deveriam ser recuperadas”, defendeu.

O parlamentar é um dos autores do requerimento para realização da audiência pública sobre a MP que está sendo realizada na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Na avaliação de Caiado, a MP carece de embasamento técnico ao definir regras diferentes de preservação conforme o tamanho da propriedade e não pelas características dos cursos d`água. “Este é um Código Florestal ou Código Fundiário?”, questionou.

O deputado Abelardo Lupion (DEM/PR), também autor do pedido para a audiência, questionou o limite de cinco anos para pousio da terra previsto nas novas regras. “Que direito eu tenho de dizer isso sem deixar uma janela para que pesquisadores e cientistas digam o que é preciso fazer futuramente, a partir de doenças ou defensivos que exijam pousio maior?”, questionou.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas