Número de mortos em terremoto na Guatemala sobe a 39

Também há mais de 150 feridos e dezenas de desaparecidos.
Tremor na costa do Pacífico foi sentido no México e em El Salvador.

 

Do G1, com agências internacionais

O forte terremoto de magnitude 7,4 que atingiu a costa pacífica da Guatemala nesta quarta-feira (7) já deixou pelo menos 39 mortos, mais de 155 feridos e dezenas de desaparecidos, segundo as autoridades. Balanço anterior falava em 29 mortos.

A situação mais grave é do departamento de San Marcos, fronteiriço com o México, onde pelo menos 40 casas desabaram e houve deslizamento de terra de montanhas sobre estradas.


Bombeiro em meio a desabamento provocado pelo terremoto desta quarta-feira (7) em San Marcos, na Guatemala (Foto: AFP)Bombeiro em meio a desabamento provocado pelo terremoto desta quarta-feira (7) em San Marcos, na Guatemala (Foto: AFP)

Também há vítimas nos departamentos de Quetzaltenango, Huehuetenango, Quiché, Sololá e Totonicapán, segundo o presidente Otto Pérez Molina.

O tremor ocorreu à 10h35 locais (13h35 no horário de Brasília), a uma profundidade de 41 km, segundo o Serviço Geológico dos EUA, que monitora terremotos.

O epicentro foi registrado a 56 km da cidade de Retalhuleu, na Costa Rica, a 61 km de Suchiate, no México, e a 163 km da Cidade da Guatemala.

Já houve pelo menos duas forte réplicas de magnitude superior a 4,7.

De acordo com a agência Reuters, os tremores foram sentidos na Cidade da Guatemala e na Cidade do México, causando abalos nos prédios, e também em El Salvador.


Segundo testemunhas, pessoas deixaram prédios em partes da capital guatemalteca, e bombeiros e equipes de resgate ficaram em alerta. Prédios também foram esvaziados na capital mexicana.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico informou que um tsunami bem pequeno foi registrado na costa da Guatemala, acrescentando que havia risco de danos localizados num raio de 100 quilômetros.

O terremoto desta quarta-feira foi o pior sofrido pela Guatemala desde 1976, quando um tremor de magnitude 7,5 causou a morte de cerca de 20 mil pessoas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas