Caçadores matam 4 rinocerontes no Quênia no pior ataque em 26 anos

Mortes aconteceram em reserva natural a 225 km de Nairóbi.
Desde o início do ano foram registradas 22 mortes de rinocerontes no país.


France Presse

Caçadores mataram quatro rinocerontes em uma reserva na região central do Quênia, no pior ataque deste tipo em mais de 20 anos, informou a Agência Estatal de Conservação da Natureza, KWS.

O porta-voz da KWS, Paul Muya, disse que dois grupos de caçadores entraram durante a noite de 9 de julho na reserva de Ol Jogi Ranch, 225 km ao norte de Nairóbi. "Mataram quatro rinocerontes e conseguiram escapar com três chifres", afirmou Muya.

De acordo com o porta-voz, este foi o pior ataque contra rinocerontes no Quênia desde 1988. As autoridades prenderam dois suspeitos, que compareceram a um tribunal nesta segunda.

Segundo a KWS, caçadores mataram 22 rinocerontes desde o início do ano. O chifre do animal é apreciado no mercado negro asiático por constituir um ingrediente da medicina tradicional.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas