China elimina impostos sobre carros elétricos

Vanessa Barbosa | Exame

Em um esforço para promover a inserção de mais veículos verdes à frota, a China anunciou que todos os carros elétricos, híbridos ou movidos a células de combustível estão isentos de impostos sobre compra até 2017. 


BMW i3

Com o corte, que reduz em 10% o preço de veículos nacionais e importados, o governo chinês espera tornar os ecológicos mais atraentes. A medida é parte da estratégia chinesa de combater os altos níveis de poluição atmosférica em suas grandes cidades.

Atualmente, existem cerca de 70 mil veículos elétricos em uso na China, mas até 2020 o governo espera que esse número aumente para cinco milhões.

Nos últimos anos, o país vem expandindo rapidamente sua rede de carregamento, uma das principais barreiras existentes para o uso de carro elétrico.

Empresas de energia locais como a State Grid (responsável pela tecnologia do linhão de Belo Monte), juntamente com empresas privadas, como a Tesla, já estão planejando a expansão generalizada de pontos de carregamento em várias cidades chinesas.

E as montadoras estão surfando essa onda. A BMW prevê que a China se tornará o maior mercado do mundo para os veículos elétricos, como resultados da expansão da infraestrutura de carregamento e incentivos dados pelo governo. Para setembro, a fabricante alemã prepara o lançamento no país de seu primeiro elétrico em produção, o BMWi3.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas