Por Ebola, Quênia fecha fronteiras com Guiné, Libéria e Serra Leoa

Proibição de entrada começa a valer na próxima quarta-feira.
Kenya Airways anunciou suspensão de voos para estes países.


Do G1, com informações de AFP e Reuters

As autoridades do Quênia anunciaram neste sábado (16) a proibição de entrada em seu território, a partir de quarta-feira, de pessoas provenientes de Guiné, Libéria e Serra Leoa, principais países atingidos pela epidemia de febre hemorrágica Ebola.

A companhia aérea nacional, Kenya Airways, aproveitou a ocasião para anunciar a suspensão dos seus voos para esses países a partir de quarta-feira.

A interrupção dos voos começa à meia noite de terça-feira, disse a Kenya Airways em um comunicado. A empresa, na qual a Air France-KLM é sócia, voa sete vezes por semana para os dois destinos, partindo de Accra (Gana).

A companhia disse que tomou a decisão por orientação do Ministério da Saúde do Quênia. O ministério disse anteriormente que quatro casos suspeitos da doença no país foram descartados após testes negativos.

A sul-coreana Korean Airlines suspendeu seus voos para Nairóbi na semana passada, citando riscos com o Ebola.

A Organização Mundial da Saúde disse na sexta-feira que o número de mortos com o vírus na África Ocidental subiu para 1.145.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas