Moradores reclamam do lixo deixado nas ruas após as eleições em Goiás

Comurg estima que votação gerou 143 toneladas de sujeira em Goiânia.
Jornal Anhanguera propôs que eleitos ajudem a limpar a cidade.


Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

Moradores de algumas cidades de Goiás estão revoltados com a quantidade de lixo deixado nas ruas após realização das eleições, no domingo (5). Santinhos e panfletos de vários candidatos foram jogados próximos aos locais de votação, produzindo, segundo a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), uma quantidade de 143 toneladas de lixo, somente na capital. Segundo o órgão, o aumento foi de 30% em relação ao último pleito.

Diante da situação, o Jornal Anhanguera 1ª edição propôs o desafio os candidatos eleitos ajudem a limpar a cidade, utilizando para do montante gasto na realização das eleições, cerca de R$ 31 milhões segundo prestação de contas feita à Justiça Eleitoral.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), Walter Calos Lemes, informou que é fácil identificar os candidatos “sujões” e puni-los. "[Eles] podem ser punidos civilmente no sentido de reparar essa sujeira através de uma indenização, uma reposição de dinheiro para o município ou estado para que esse dinheiro seja aplicado na limpeza pública", explicou.

Internautas e telespectadores fizeram questão de apoiar a iniciativa e encaminharam fotos de locais tomados pela sujeira. Veja abaixo:

Juliana Cristina Romana da Silva - Goiânia

"Eu acho uma falta de vergonha essa sujeira feita e acredito que uma excelente forma de parar com isso seria a população deixar de votar em todo e qualquer candidato que tiver seu 'santinho' espalhado nas ruas. E como mostrado nessa foto da minha rua, a sociedade não perde essa mania irracional de sujar por sujar. Vai entender o raciocínio dos mesmos."

Getúlio Borges - Goiânia

"Fotos retiradas em frente ao juizado de pequenas causas no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Eu acredito que os candidatos têm que ser obrigados a limpar a sujeira deles, pois é uma falta de respeito com os eleitores. E ainda uma multa para que isso não aconteça mais".

Lixo eleições Goiânia, Goiás GEtúlio (Foto: Arquivo pessoal/Getúlio Borges)Para Getúlio, polítios têm de ser obrigado a limpar sujeira (Foto: Arquivo pessoal/Getúlio Borges)
Ádamo Pinheiro - Anápolis

"Uma nojeira o que fizeram na porta da minha casa e em toda cidade [Anápolis]. Convido os candidatos e seus "capangas" a limparem nossas calçadas.

Lixo eleições Goiânia, Goiás Adamo (Foto: Arquivo pessoal/Ádamo Pinheiro)Porta da casa de Ádamo foi tomada por santinhos: 'Nojeira' (Foto: Arquivo pessoal/Ádamo Pinheiro)


Geicileny Moreira Martins - Niquelândia

"Calçada da Feira Coberta de Niquelândia ainda às 9 da manhã [de domingo]".

Lixo eleições Goiânia, Goiás Geicy (Foto: Arquivo pessoal/Geicileny Moreira Martins )A calçada da feira de Niquelândia ficou tomada por sujeira (Foto: Arquivo pessoal/Geicileny Moreira Martins )


Outros internautas também manifestaram sua revolta com a situação em emails sobre o assunto. Leia abaixo:

Emerson Alvin - Goiânia

“Só há uma maneira de fazer com que esse desrespeito termine. Proibir a confecção deste tipo de material de campanha, tornando crime eleitoral e punindo quem insistir nesta prática. É impossível conscientizar quem não tem consciência”.

Andhreia Duarte – Aparecida de Goiânia

“É uma vergonha, deveria colocá-los para catar. Não é porque temos os garis que devemos abusar. Consciência de limpeza aprendemos em casa, na verdade, educação vem de berço. Concordo com o gari da reportagem, deveriam ser punidos. Deveria ser considero boca de urna fazê-los pagar uma multa. Não é isso que os políticos mais gostam de fazer, cobrar multas”.

Euripedes Gonçalves Moreira - Anápolis

“Certo candidato faz a carreata na véspera das eleições e jogou o santinho pela rua da cidade. Onde for a sujeira vai junto. Na Avenida Pedro Ludovico mesmo está sujo de santinhos. O Colégio Estadual Américo Borges de Carvalho, onde votei, está tudo sujo. Os garis vão levar um mês para limpar. Onde os candidatos gastam o dinheiro de nosso imposto para jogar o papel fora? Desse jeito o povo não dá pra pagar imposto. Os candidatos não tem consideração com a população”.

Flaviana Lupati - Goiânia

“Parabéns pela forma de abordar o tema. Já é hora de mostrar nossa indignação frente à falta de educação dos políticos. E não adianta dizer que os responsáveis são os cabos eleitorais. Pois os políticos e partidos são quem contrata os cabos eleitorais. Uma vergonha”.

Favio Alves Pereira Filho – Quirinópolis

“Estava indo pra casa junto com dois amigos por volta de 1h de domingo quando vi o vereador Marquinho (PSC) fazendo uma chuva de santinhos em frente uma escola de Quirinópolis. Uma falta de respeito tremenda com a população, com o meio ambiente e com os garis. Tentei fotografar o veículo do vereador, mas como ele estava em alta velocidade não consegui. Aliás, é mais uma falta de respeito já que estava colocando a vida de outras pessoas em risco”.

Tiago Pamplona – Anápolis

“Não acredito que os candidatos devam separar verba de campanha para a limpeza da cidade. Mas sim seja revista todas as formas de poluição que são geradas nas campanhas, visual (banners e totens), auditiva (carros de som dentre outras) que são agressivas e não influenciam no meu ponto de vista o voto do eleitor”.

Leandro Pessoa – Rio Verde

“Aqui em nossa cidade a sujeira de santinhos está enorme. Acho que todos os candidatos deveriam pagar multa e o dinheiro delas deveria ser dividido entre os garis”.

Adriano Dantas de Lima – Itumbiara

“Porque não se faz regras para que esses candidatos que tem seu material espalhado pelas ruas tenham suas candidaturas e consequentemente seu mandato, caso eleito, cassado. Pois se não consegue respeitar as leis antes de ser eleito, imagina quando tiver imunidade parlamentar”.

Jhonata Silva – Itumbiara

“Fico indignado com a sujeira que os candidatos fizeram aqui em Itumbiara, é uma tremenda falta de respeito”.

Rafael Gonçalves Borges – Catalão

“Proposta: pegar por amostra e a cada 1000 santinhos jogados no chão cancelar 10 votos válidos que o candidato recebeu”.

Cláudia Carvalho – Aragoiânia

Na porta e adjacências das zonas eleitorais está totalmente lotado de santinhos. É um absurdo isso. Se sujam assim a cidade, imagina o que farão no congresso e na assembleia? Estou indignada”.

Ludimilla Danas – Goiânia

“A população goiana deve exigir que os candidatos eleitos limpem a cidade. Se cada um doasse 5% do salário para a prefeitura, ajudaria com certeza o orçamento. Nós, simples mortais, quando fazemos qualquer festinha no nosso prédio, pagamos taxa extra para ajudar na
limpeza.”

Netto Santos – Catalão

“Esses políticos que sujam as cidades são os que menos merecem votos. Pois com certeza é aquele que não tem consciência ambiental”.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas