Termina prazo para moradores 'se livrarem' de galinhas em Muzambinho

Lei proíbe criação de aves e suínos no perímetro urbano da cidade.
Vigilância Sanitária já notificou oito pessoas; multa tem valor de R$ 120.


Do G1 Sul de Minas

O prazo para que moradores de Muzambinho (MG) parem de criar animais como galinhas, patos e porcos no perímetro urbano chegou ao fim. A partir de agora, a prefeitura da cidade vai poder multar quem não respeitar a lei. A multa para os infratores tem o valor de R$ 120.

Lei proíbe criação de galinhas na área urbana em Muzambinho, MG (Foto: Reprodução EPTV)Lei proíbe criação de galinhas na área urbana em Muzambinho, MG (Foto: Reprodução EPTV)

A medida gerou polêmica na cidade, já que a criação de aves, como a galinha, é uma prática comum no município. A lei é antiga, mas só foi regulamentada em 2010. A prefeitura havia dado um prazo de 90 dias para que os moradores se desfizessem dos animais, prazo que venceu neste mês de outubro.

Logo depois do comunicado, alguns moradores venderam as aves, mas tem gente que ainda não tirou os animais do quintal. O prefeito Ivan de Freitas explicou que a fiscalização será realizada a partir de denúncias encaminhadas à Vigilância Sanitária, que já notificou oito moradores.

O aposentado Jair de Assis Dias não concorda com a medida e diz que, por enquanto, vai continuar com o velho costume da época em que era criança mesmo correndo o risco de ser multado. “Se todo mundo tirar, eu tiro, senão vou ficando quietinho", afirma.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas