Governo do Peru investiga morte de 500 leões-marinhos em sua costa

No início do mês, episódio semelhante ocorreu com outros 200 animais


O Globo

RIO - Quinhentos leões-marinhos foram encontrados mortos na praia Anconcillo, na costa norte do Peru. O governo começou uma investigação para determinar a causa, mas o governador local já acusou os pescadores da região de envenenar os mamíferos, que vêm para o litoral em busca de alimentos.

A polícia de crimes ambientais está averiguando outras causas possíveis, como doença ou ingestão acidental de plástico. Os corpos foram retirados do local por serem considerados uma ameaça à saúde.

No início deste mês, um episódio semelhante aconteceu na região de Piura, mais ao norte do país, quando cerca de 200 leões-marinhos, golfinhos, tartarugas e pelicanos apareceram mortos. As autoridades ainda investigam as causas destas mortes. Em 2012, centenas de golfinhos foram encontrados mortos ao longo de um trecho do litoral peruano. Um grupo ambientalista do país, Orca, culpou a pressão e as ondas sonoras causadas por explosões para explorações de petróleo como causa.

O governo, através de um relatório produzido pelo seu Instituo Marítimo (Imarpe), descartou a exploração do petróleo ou a infecção por vírus ou bactérias como desencadeadores das mortes. A entidade afirma que as causas foram naturais.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas