Gruta mapeada em 1790 é encontrada por pesquisadores em Mato Grosso

Há mais dois séculos, caverna foi mapeada em 1790 por expedição baiana.
Gruta tem 17 metros de extensão e vários desenhos no teto.


Do G1 MT

Uma caverna foi reencontrada por pesquisadores no município de Vale de São Domingos, a 491 km de Cuiabá, depois de 226 anos. Há 9 anos, pesquisadores tentaram encontrar a caverna, mas não obtiveram sucesso. A caverna foi a primeira a ser mapeada no país pela expedição de Alexandre Rodrigues, composta por baianos que na época trabalhavam para o governo português. Ela foi denominada de 'Gruta das Onças'.

Caverna tinha sido mapeada durante expedição em 1790 (Foto: Reprodução/ TVCA)Caverna tinha sido mapeada durante expedição em 1790 (Foto: Reprodução/ TVCA)

De acordo com o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas (Cecav), a caverna pode servir de abrigo para onças pintadas da região da floresta. Segundo o consultor geográfico Júlio César Linhares, só pesquisas mais aprofundadas poderão afirmar se realmente a caverna encontrada é a 'Gruta das Onças'. “O fato de falar, encontrar a gruta, ainda estou buscando cientificamente para comprovar que ela [caverna] realmente é a gruta das onças. Estou verificando isto com os desenhos junto com o Cecav”, disse Júlio.

A caverna tem mais de 17 metros de extensão e vários desenhos no teto, mapeados pela primeira vez no ano de 1790. O Cecav deve pesquisar há quanto tempo os desenhos foram feitos. A caverna rodeada por morcegos é composta por arenito e tem o solo arenoso. “É sempre uma emoção poder ver, ler a descrição toda e realmente estar aqui, vendo que tem uma continuidade. Isso é único”, afirma o coordenador nacional do Cecav, Jocy Cruz.

Ainda segundo Jacy, eles devem publicar um artigo para atestar se ela é a primeira cavidade topografada no Brasil, mas que isso é um atributo histórico-cultural que a legislação a coloca em máxima relevância. De acordo com o Cecav, eles pretendem documentar e criar um banco de dados sobre a gruta das onças, onde as informações devem ficar disponíveis ao público.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas