Quase 50 mil seguem sem energia no RS após ciclone extratropical

Durante a noite de quinta-feira, mais de 100 mil clientes ficaram no escuro.
Rajadas de vento chegaram aos 111 km/h no Chuí, no Sul do estado.


Do G1 RS

 
Quase 50 mil clientes estão sem luz no Rio Grande do Sul, na manhã desta sexta-feira (28) por conta da ventania que atingiu o estado, conforme informações divulgadas pelas concessionárias de fornecimento de energia elétrica.


Vento derrubou árvores, que derrubaram poste em Rio Grande, RS (Foto: Reprodução/RBS TV)
Vento derrubou árvores, que derrubaram poste em Rio Grande, RS (Foto: Reprodução/RBS TV)

De acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) 38,3 mil estão sem luz, sendo que a maioria está concentrada no Litoral Norte do estado. Durante a noite, 145 mil clientes chegaram a ficar no escuro nas áreas atendidas pela empresa.

De acordo com a AES Sul, são 4,8 mil clientes sem luz, sendo 2,4 mil na Região Metropolitana, além de outros 5 mil na área da RGE.

O ciclone extratropical que atua sobre o Oceano Atlântico e atingiu o Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (27) provocou ventos acima de 100 km/h.

Na orla do Guaíba, em Porto Alegre, o Centro Integrado de Comando da Cidade (Ceic) registrou rajadas de até 90 km/h. No Chuí, na fronteira com o Uruguai, o vento chegou a 111 km/h, conforme a Defesa Civil. No final da tarde, uma árvore tombou na esquina entre a Avenida do Lami e o Beco das Vitórias, conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Em Rio Grande, na Região Sul, onde os ventos chegaram a 110 km/h, dezenas de árvores foram arrancadas. Por precaução, os alunos das redes municipal e estadual foram dispensados. A medida atinge 17 mil estudantes nas escolas estaduais e 22 mil nas municipais. A Universidade Federal do Rio Grande (FURG) também cancelou as aulas.

Na cidade, uma árvore caiu em cima de um carro. O motorista havia estacionado em uma rua para fazer uma ligação. Ele não se feriu.

Em São José do Norte, uma casa em construção ficou destruída com a força do vento. A Defesa Civil alerta para possíveis estragos, com casas destelhadas e possibilidade de inundação nas ilhas no interior e na orla da Laguna dos Patos.

Desde as 13h50min, as manobras de entrada e saída de navios no porto estão suspensas pelo forte vento. Há alerta de ressaca até sábado (29) em todo o litoral gaúcho. As ondas podem chegar a quatro metros. A Marinha emitiu um alerta desaconselhando a navegação.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas