Macaco é encontrado morto em Duque de Caxias e levado para análise

Cíntia Cruz | Extra

Um macaco foi encontrado morto, no último sábado, no bairro Taquara, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O animal, um sagui, estava próximo à entrada do sítio onde a técnica de contabilidade Katia Regina Nunes de Oliveira, de 48 anos, mora. Ela caminhava com o irmão, por volta das 14h, quando viu o bicho no chão e logo associou a morte à febre amarela. 


O animal foi levado para verificação da causa da morte: resultado sai nos próximos dias
O animal foi levado para verificação da causa da morte: resultado sai nos próximos dias Foto: Foto da leitor Kátia Regina Nunes de Oliveira

— Moramos há quatro anos aqui e nunca tínhamos visto nenhum animal morto. Comecei a ligar para as autoridades, mas ninguém atendia. Postei a foto no Facebook, e começaram a compartilhar. Por volta das 22h, o secretário de Saúde me ligou — conta Kátia.

A notícia foi veiculada pelo perfil “O Caxiense” no Facebook. Segundo Kátia, a orientação dada pelo secretário foi que congelasse o animal. Ela o colocou no freezer dentro de sacolas plásticas. No dia seguinte, o macaco foi levado. Os moradores do sítio foram vacinados contra febre amarela.

De acordo com a prefeitura, o animal foi levado para o Instituto de Veterinária Jorge Vaitsman, no bairro da Mangueira, para análise e verificação da causa da morte. O resultado do exame deve sair entre sete e dez dias.

A Secretaria de Saúde disse que a vacinação de bloqueio na região será feita esta semana pelo PSF Taquara e que será realizado o bloqueio vetorial pela Equipe de Combate à Dengue. A prefeitura ressaltou que, com as ações, a população pode ficar tranquila e que não há motivos para pânico.

A vacinação contra febre amarela começou na última semana no município.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas