Indonésia:riscos de erupção do Agung

Na Indonésia, perante a iminência de uma erupção do vulcão Agung, as autoridades ordenaram a evacuação de 100.000 habitantes que residiam nas redondezas. Paralelamente o aeroporto situado à 60 quilômetros do cume do Agung, foi também encerrado por razões de segurança, levando ao cancelamento de mais de quatrocentos voos.


Por RFI

Situado em Bali, o Agung, esteve em erupção pela última vez em 1963. Pequenas nuvens de fumo, secundadas esporadicamente por erupções explosivos, cujo barulho foi ouvido a 12 kms do cume do vulcão, que se encontra a mais de 3.000 metros, à leste da referida ilha indonésia, levaram as autoridades a organizar a evacuação dos habitantes nas imediações.

media
Nuvens de fumo significando a iminente erupção do vulcão do Monte Agung,levam pescadores da região de Amed a escapar de barco. 26 de Novembro de 2017 | REUTERS/Petra Simkova

Quarenta mil pessoas já abandonaram as redondezas, e outras dezenas de milhares deveriam fazê-lo nas próximas horas. Segundo os serviços competentes de Bali, até ao momento não se deplora nenhuma vítima. Em 1963 , uma violenta erupção tinha provocado mais de 1000 mortos e varrido do mapa várias aldeias , devido ao fluxo piroclástico, de cinzas incandescentes e de lava.

Sublinhe-se que o estado de alerta máximo do Agung já tinha sido dado , no último mês de Setembro. A acalmia na actividade sísmica do vulcão em Outubro,levou as autoridades de Bali a baixar o nível do alerta.

Os vulcanologistas afirmam que desta vez, o Agung, situado na zona de aceiros do Pacífico, encetou uma nova fase, com um magma mais visível. Isso significa um maior risco de erupção.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas