Corte de 25 árvores para exploração de madeira causa multa de R$ 12,5 mil a pecuarista em MS

Aroeira, ipê e angico de grande porte foram os exemplares derrubados. Área onde acontecia o desmatamento é de preservação permanente (APP).


Por G1 MS


Um pecuarista foi multado em R$ 12,5 mil pela Polícia Militar Ambiental por corte de 25 árvores para exploração de madeira em uma área de preservação permanete na fazenda dele em Rio Verde, norte de mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira (18).

Pecuarista é multado em R$ 12,5 mil por exploração ilegal de madeira em Rio Verde MS (Foto: PMA/Divulgação)
Pecuarista é multado em R$ 12,5 mil por exploração ilegal de madeira em Rio Verde MS (Foto: PMA/Divulgação)

De acordo com a PMA, na lista de espécies cortadas estavam 20 exemplares de angico, duas de ipê, duas de aroeira e uma de jatobá. As árvores estavam na área de encosta de morro acima de 45º - área que é protegida por lei.

As atividades no local foram interrompidas. O homem ainda terá que apresentar um plano de recuperação de área degradada. Além disso, ele ainda vai responder por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas