Chuva estraga casas e deixa 200 pessoas desalojadas em Curitiba, diz Defesa Civil

Conforme levantamento, 300 residências foram prejudicadas - a maioria na zona sul. Ao todo, 1.500 pessoas foram afetadas pela chuva no município.


Por G1 PR, Curitiba


A chuva que chegou a Curitiba no sábado (3) deixou 200 pessoas desalojadas (fora de suas casas), segundo boletim da Defesa Civil do município divulgado neste domingo (4).

Chuva chegou a Curitiba no sábado (3) (Foto: Arquivo pessoal)
Chuva chegou a Curitiba no sábado (3) (Foto: Arquivo pessoal)

Ao todo, 1500 pessoas foram afetadas - entre elas, 150 estão abrigadas na Escola Otto Bracaense, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), diz o órgão.

Ainda de acordo com o levantamento, 300 residências foram prejudicadas - a maioria na zona sul, em bairros como Cidade Industrial de Curitiba (CIC), Fazendinha e Portão.

Alagamentos

No bairro Portão, a chuva invadiu o estacionamento do Shopping Palladium. A Linha Verde foi tomada pela água, do Hauer ao Pinheirinho.

De acordo com o boletim da Defesa Civil, a Central de Operação da Guarda Municipal atendeu 23 ocorrências de alagamentos por toda a cidade, até as 21 horas.

As regionais com o maior número de ocorrência foram Tatuquara, CIC, Portão, Bairro Novo. Na regional Tatuquara, três famílias tiveram as casas destelhadas e precisaram ser alojadas em moradias de parentes.

Na regional CIC, foram registradas situações de alagamentos nas vilas Barigui, Luana, Sabará, Vila Verde e Itatiaia. No Portão, na Unidade de Saúde Parolin, parte do telhado desabou. No bairro CIC, houve a queda do muro da Escola Municipal Professor Dario Veloso. Na Regional Boa Vista, uma comunidade terapêutica para idosos alagou e os idosos foram remanejados pela Secretaria Municipal da Saúde.

Doações

A prefeitura abriu uma campanha de arrecadação de donativos para atender às famílias atingidas. O pedido é de doação de colchões, água potável, alimentos não-perecíveis e materiais de limpeza.

Como as equipes estão concentradas no atendimento nas regiões afetadas, a prefeitura solicita que as doações sejam feitas diretamente no Disque Solidariedade, que fica na sede da Fundação de Ação Social (FAS), na Rua Eduardo Sprada, 4520, Campo Comprido.

Neste domingo, o recebimento das doações será até as 20h. A partir desta segunda-feira, a população poderá levar suas doações também nas unidades da FAS, localizadas nas Ruas da Cidadania. Além disso, a prefeitura mantém o atendimento pela Central 156.

A chuva

O instituto Somar Meterologia afirma que choveu 84,6 milímetros entre sábado e este domingo, o que equivale a 60% do que é esperado para o mês de março inteiro, com base na média histórica.

A previsão é de que chova ainda mais neste domingo, principalmente à tarde.

Protesto

No quilômetro 597 da BR-376, moradores do bairro Cidade Industrial, que tiveram casas alagadas durante a chuva fizeram um protesto pedindo assistência da Prefeitura de Curitiba. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), eles fecharam as pistas, vias marginais e os acessos de entrada e saída da rodovia.

Até as 15h15, a manifestação continuava bloqueando a rodovia, o que causou fila no trecho, de 6 quilômetros nos dois sentidos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas