Estrada União e Indústria, em Petrópolis, RJ, tem dois pontos de interdição; veja desvios

Barreiras na via estão impedindo o tráfego desde as 7h30 desta quinta-feira (8).


Por Aline Rickly | G1, Petrópolis

A Estrada União e Indústria, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, tem dois pontos de interdição na tarde desta quinta-feira (8). Queda de barreiras na via está impedindo o tráfego desde as 7h30. Para ter acesso à Posse, os motoristas devem passar pela rodovia BR-040, seguindo pelo pedágio e saindo no km 39.

Uma barreira atingiu um ônibus na altura de Jacuba, em Petrópolis, na manhã desta quinta (8). Via continua interditada (Foto: Leandro Jeronymo/Arquivo Pessoal)
Uma barreira atingiu um ônibus na altura de Jacuba, em Petrópolis, na manhã desta quinta (8). Via continua interditada (Foto: Leandro Jeronymo/Arquivo Pessoal)

Uma das barreiras que caiu na altura da Jacuba chegaram a atingir um coletivo, que fazia a linha Petrópolis-Posse, por volta das 7h10 desta quinta. Ninguém ficou ferido.

Por causa da interdição, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), afirma que os ônibus da linha 711 (Terminal Itaipava-Posse), também estão operando pela BR-040, entrando por Areal até o Centro do quinto distrito. A medida foi adotada como uma alternativa aos acessos que estão bloqueados e que impedem a passagem de veículos pela União e Indústria.

Segundo a CPTrans, os coletivos farão esse itinerário até que os caminhos sejam restabelecidos. O primeiro veículo saiu da Posse às 14h45. Além dele, também saiu um veículo executivo, linha 70, com destino ao Centro. Os horários de atuação estão sendo definidos.

A Prefeitura também trabalha para restabelecer o transporte público em todas as regiões. As linhas 712 (Rio Bonito), 717 (Posse Circular), 725 (Gaby), 728 (Jurity) e 729 (Albertos), não operam no momento. A linha 707 (Fagundes) também funciona parcialmente e não atende à comunidade de Anápolis. A linha 703 (Santa Mônica), no momento não está atendendo ao Sítio do Moinho, por conta da lama que impede a passagem do veículo.

Segundo o prefeito Bernardo Rossi, o DER está enviando maquinário e equipes à cidade para proceder nas intervenções, na estrada. Equipes da Prefeitura também estão prestando assistência à população e fazem a limpeza e retirada de barreiras das vias.

Mais previsão de chuva

De acordo com a Defesa Civil, os moradores da Rua Nossa Senhora de Fátima, conhecida como comunidade do Querosene, onde uma criança morreu soterrada pela manhã, estão sendo orientados a se deslocar para casa de parentes porque a previsão é de continuidade de chuva forte.

Neste momento, a Defesa Civil está em estágio de atenção. A secretaria orienta a população a ter atenção em função dos acumulados que deixam o solo encharcado. Nas últimas 24 horas, o índice pluviométrico acumulado na Posse foi de 137 milímetros.

Um carro de som alerta e orienta os moradores na região e mensagens estão sendo compartilhadas pelas redes sociais, assim como informações pela imprensa.

Segundo a Prefeitura, os moradores encontram no CRAS (ao lado do Ciep da Posse) informações e ajuda da Assistência Social. A Secretaria de Saúde direcionou uma equipe com psicólogo, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para atendimento às famílias que está sendo feito no Posto de Saúde da Família (PSF) do distrito.

Duas famílias já foram atendidas no CRAS da Posse até o momento, e receberam cesta básica, roupas de cama e colchonetes.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas