Cientistas avisam: aquecimento global ameaça humanidade com fome devastadora

Pesquisadores norte-americanos revelam o que aquecimento global tem em comum com aumento da população de insetos perigosos, indicando como todo isso pode causar fome que se espalhará por todo o planeta.


Sputnik

De acordo com pesquisadores da Universidade de Washington (Seattle, Estados Unidos), o aquecimento global resultará em fome maciça não somente por causa de condições climáticas extremas, mas por causa da proliferação de insetos danificadores de colheitas, comunica o EurekAlert!.

Mudanças climáticas (apresentação artística)
CC0 / Gellinger/Pixabay

Cientistas avisam que o aquecimento global resultará na intensificação significativa do metabolismo (e apetite) de artrópodes que consequentemente levará ao aumento da fertilidade dos mesmos. O aumento da população de insetos causará perdas de 10% a 15% no cultivo de arroz, milho e trigo para cada grau Celsius de aumento da temperatura média.

Entretanto, se a temperatura média esquentar dois graus Celsius, as perdas corresponderão a 213 milhões de toneladas anuais.

Em 2016, a ONU revelou que pelo menos 815 milhões de pessoas não recebem quantidade suficiente de alimentos. Milho, arroz e trigo são os cultivos principais da agricultura, que são consumidos por quatro bilhões de pessoas.

No entanto, supõe-se que as plantações de arroz não vão ser tão afetadas por insetos, visto que estes grãos crescem em regiões tropicais, onde a atividade de insetos já atingiu o nível máximo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas