Negociam na ONU tratado mundial sobre proteção oceânica

Continuam hoje o debate e a negociação de um tratado que regule o alto mar e os oceanos, e que deve estar pronto até o ano de 2020 por decisão da Assembléia Geral da ONU. 


Prensa Latina
Nações Unidas - O futuro das águas internacionais, que se supõem que sejam dois terços da superfície total dos oceanos, é o tema principal desta primeira fase do processo de discussões intergoverrnamentais, o qual se prolongará durante duas semana.


A iniciativa, que estava sendo preparada há uma década e é conceituada chave para proteger o meio ambiente, servirá para fechar a brecha existente no governo internacional, destacou à imprensa Liz Karan, diretora da campanha sobre os oceanos da ONU The Pew Charitable Trusts.

O alto mar é a zona que abarca todas as águas situadas a mais de 200 milhas marinhas da costa e é compartilhada por todos os países.

As águas internacionais estão gerenciadas por acordos e organismos internacionais, mas sem jurisdição clara nem demasiada coordenação e com normas inadequadas para a sua proteção.

Karan assegurou que existe uma verdadeira necessidade de criar um mecanismo mundial para a proteção marítima e que inclua a todos os setores, desde a pesca até a extração de petróleo e gás.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas